Reserva de Hoteis

Sabia que...Vinhos

O sol, o clima ameno, a terra são ingredientes essenciais para a qualidade dos vinhos do Algarve. Uma produção que se estende pelos tempos, com referências desde o século XIII e cuja exportação, nos séculos seguintes, atingiu níveis significativos, o que prova terem sido apreciados nos mercados externos.

Felizmente para os apreciadores, inverteu-se a tendência que, em meados do século XX, fez decrescer a produção e surgem marcas de sucesso no competitivo mercado vinícola, com vinhos excelentes para acompanhar a gastronomia regional, tanto os sabores do mar como os da serra.

Os vinhos algarvios apresentam a tipicidade própria da região mediterrânica, de castas tradicionais, com taninos bem domados, bastante frutados mas com acidez presente, a garantir o equilíbrio e a Região Demarcada do Algarve é constituída pelas Sub-Regiões de Lagoa, Lagos, Portimão e a de Tavira, com uma aposta muito forte em vinhos de quinta.

Entre os diversos produtores, destaque para o internacionalmente conhecido cantor e actor Cliff Richards que directamente da sua quinta na Guia (Albufeira) lançou o vinho “Vida Nova”.

Sabia que...Algarve provém

A palavra Algarve provém de Al Garbe?

Al Gharb era toda a região sudoeste da Península Ibérica, sob o domínio muçulmano, desde 711, aquando das invasões árabes na Península.

Al Garbe deriva de uma expressão árabe, Gharb, que significa ocidente. Desta forma, o topónimo Al Garbe refere-se à região a ocidente de Al Andaluz, ou simplesmente ao território a ocidente.

Foi a última região portuguesa a ser resgatada aos mouros na Reconquista Cristã. D. Sancho I, cujo reinado estendeu-se entre 1185 e 1211, chega ao Algarve, mas vê-se forçado a retirar. A conquista deste território consuma-se no reinado de D. Afonso III, em 1249, com a tomada de Silves, sendo as tropas comandadas por D. Paio Peres Correia.

Continuar...